quarta-feira, 27 de julho de 2016

[RESENHA] Legend (Marie Lu)

Eu admiro muito as distopias futuristas, qualquer assunto que fuja de qualquer tipo de ideologias implantadas do nosso sistema é extremamente interessante. Essa é uma das melhores sagas que já li, acredito até, na minha humilde opinião, que ela tem conteúdo informativo muito melhor desenvolvido do que algumas trilogias muito bem criticadas atualmente, como divergentes e jogos vorazes, A seleção e outras.


Ano: 2012 
Páginas: 256
Idioma: português
Editora: Prumo


Sinopse
: Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C., na atual República da América, conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando uma tragedia acontece, cabe a ela a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda. O que outrora foi o oeste dos Estados Unidos é agora o lar da República, uma nação eternamente em guerra com seus vizinhos. Nascida em uma família de elite em um dos mais ricos setores da República, June é uma garota prodígio de 15 anos que está sendo preparada para o sucesso nos mais altos círculos militares da República. Nascido nas favelas, Day, de 15 anos, é o criminoso mais procurado do país; porém, suas motivações parecem não ser tão mal-intencionadas assim. Seus caminhos se cruzam em meio a fatalidades,e mistérios e segredos são revelados.



A trama é extremamente envolvente e um dos pontos que mais me cativaram é que autora consegue criar personagens inspiradores, dotados altruísmo heroico e ao mesmo tempo esse personagens não deixam de ser adolescentes cheio duvidas e problemas com sua identidade e autoestima. Com o passar da historia a gente vai conhecendo situações que são atípicas e extremamente pesada, mas a forma de lidar com cada uma dessas situações segundo a percepção dos personagens principais é diferente do que eu esperava, logo de cara eu pensei que essa saga iria cair na mesmice, como uma grande colcha de retalhos de todas outra distopias, mas fiquei deslumbrada com todo o desenvolvimento da saga, serio gente, é muito incrível ; Fiquei impressionada também com a escrita da autora, é tão suave e leve que eu li uma noite, e o clímax da é pra matar qualquer de ansiedade, assim terminei tive que correr pra ler ''progity''(irei fazer resenha dele aqui também) e posso dizer que é ainda melhor que o primeiro.

Espero que se apaixonem por Day e June e suspirem por Matias assim como eu <3 


5/5





segunda-feira, 25 de julho de 2016

Resenha: Trilogia Cinquenta Tons


  • (...) De cinza 
Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja — mas em seus próprios termos.

Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso — os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família —, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos...

Fiquei um tempo louca de vontade de ler essa história por conta dos boatos, uns diziam que é não gostaram e outros que gostaram e como eu estava curiosa entrei nesse romance. Nunca fui de ler livros com continuação mas depois que comecei a ler não quis mais parar! A história é muito interessante e realmente tem muita sacanagem.

  • (...) Mais escuro 
Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua carreira, trabalhando numa editora de livros.

Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível.Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.

Apesar de ter gostado do primeiro livro, cinquenta tons mais escuro deixou meu coração com muito amor. Eu realmente amei cinquenta tons mais escuro, real, não sei explicar mas me envolvi bastante com a história.

  • (...) De liberdade
Quando a ingênua Anastasia Steele conheceu o jovem empresário Christian Grey, teve início um sensual caso de amor que mudou a vida dos dois irrevogavelmente. Chocada, intrigada e, por fim, repelida pelas estranhas exigências sexuais de Christian, Ana exige um comprometimento mais profundo. Determinado a não perdê-la, ele concorda.

Agora, Ana e Christian têm tudo: amor, paixão, intimidade, riqueza e um mundo de possibilidades a sua frente. Mas Ana sabe que o relacionamento não será fácil, e a vida a dois reserva desafios que nenhum deles seria capaz de imaginar. Ana precisa se ajustar ao mundo de opulência de Grey sem sacrificar sua identidade. E ele precisa aprender a dominar seu impulso controlador e se livrar do que o atormentava no passado.

Quando parece que a força dessa união vai vencer qualquer obstáculo, a malícia, o infortúnio e o destino conspiram para transformar os piores medos de Ana em realidade.

Quando eu achava que a história já não tinha mais sentido TUDO mudou tão drasticamente que eu me vi fissurada e louca para continuar lendo e lendo e lendo, cara, QUE LIVRO! Não gostei de ter tido um final, me envolvi nessa história eu recomendo mil vezes essa trilogia.
Sei que vou me machucar ainda mais e não tenho mais onde me machucar.
— Anastasia Steele - Cinquenta Tons Mais Escuros
Continue me acompanhando
Facebook  Instagram  Youtube  Twitter
SNAPCHAT: mannucortes

sábado, 23 de julho de 2016

O que comprar nas voltas as aulas?

Eu já terminei minha fase do colegial mas agora que vem a pior parte dos estudos A FACULDADE! Porque a pior parte? Porque é aí que estudamos o dobro do que a gente já estudava e a responsabilidade triplica, mesmo estudamos o que gostamos não é tão fácil assim. E pra deixar as coisas mais divertidas existe algo melhor do que comprar material?! Eu vou começar a faculdade agora 2016.2 e confesso que estou muuuito anciosa para que as aulas comecem e então fiz uma lista de matérias que pretendo comprar e o melhor de tudo vai ser ajudar vocês que ainda não sabem o que comprar.

 
Pen drive  ||  Caderno

 
Marcador  ||  Clipe

 
Canetas  ||  Pastas

 
Classificador  ||  Agenda

 
Calculadora  ||  Grampeador

 
Tesoura  ||  Lápis

 
Cola bastão  ||  Estilete

 
Post it  || Tablet

Mochila

Se vocês tem sugestões de mais coisas deixa nos comentérios
vou adorar!

Continue me acompanhando
Facebook  Instagram  Youtube  Twitter
SNAPCHAT: mannucortes

sexta-feira, 22 de julho de 2016

[RESENHA] Stranger things (Matt Duffer, Ross Duffer)

''Ambientada em Montauk, Long Island, conta a história de um garoto que desaparece misteriosamente. Enquanto a polícia, a família e os amigos procuram respostas, eles acabam mergulhando em um extraordinário mistério, envolvendo um experimento secreto do governo, forças sobrenaturais e uma garotinha muito, muito estranha.''

Roteiro bem escrito, fotografia impecável, diálogos bem construídos e repleto de referencias literárias/cinematográficas aos anos 80; Isso tudo é apresentado na mais recente serie de ficção da netflix. Estreada no dia 15 de julho, ela já vem conquistando merecidamente muitos fãs ao redor do mundo. 

Além de uma historia bem dirigida de ficção, nos é apresentado um elenco incrível, temos a ilustre participação de Winona ryder, juntamente com um elenco mirim recém descoberto muito carismático e com ótima atuação. 

A serie tem uma temática bem nostálgica, pra quem viveu nos anos 80 e era acostumado a assistir McGyver, senhor dos anéis, star wars, vai se sentir em casa com tanta referencia maravilhosa e bem construída, sem falar na trilha sonora com canções muito bem selecionadas, segue abaixo a lista de musicas:


1 - "Should I Stay or Should I Go (The Clash)

2 - "She Has Funny Cars (Jefferson Airplane)

3 - "White Rabbit (Jefferson Airplane)
4 - "Go Nowhere (Reagan Youth)
5 - "Africa" (Toto)
6 - "Can’t Seem to Make You Mine" (The Seeds)
7 - "Raise a Little Hell (Trooper)
8 - "Heroes (David Bowie)
9 - "Hazy Shade of Winter (The Bangles)
10 - "Tie a Yellow Ribbon Round the Ole Oak Tree (The Dawn Trophy Orlando)
11 - "I Melt With You" (Modern English)
12 - "Waiting for a Girl Like You" (Foreigner)
13 - "Atmosphere" (Joy Division)
14 - "Elegia" (New Order)
15 - "Nocturnal Me" (Echo & the Bunnymen)
16 - "Sunglasses at Night (Corey Hart)
17 - "The Bargain Store" (Dolly Parton)


Ficamos imersos ao universo dos amigos Mike Wheeler (Finn Wolfhard), Dustin Henderson (Gaten Matarazzo), Lucas Sinclair (Caleb McLaughlin) e Will Byers (Noah Schnapp), que são aparentemente inseparáveis, participam de campeonatos que eles criam (D&D) e é no final de um desses jogos que o jovem Will byeres some misteriosamente. Logo após esse acontecimento, em uma desenfreada busca para encontrar o seu amigo, eles encontram uma menina aterrorizada que eles chamam de El ou Elevem (interpretada pela atriz mirim sensacional  Millie Brown) que mais tarde se mostrará uma verdadeira arma que poderá ou não ajudar a resolver o grande mistério.

Stranger things é uma mistura de tudo que nós, amantes de ficção procuramos. Espero que assistam e partilhem comigo do mesmo desespero de esperar a segunda temporada que até então não tem previsão de estreia.


quarta-feira, 20 de julho de 2016

Cortei meu cabelo


Achei que poderia começar esse post escrevendo algo bem criativo e inspirador mas não sei ao certo o que escrever. Lembro que em novembro/2014 eu resolvi fazer o meu Big Chop, que significar cortar a parte alisada do cabelo e ficar só com a parte natural, foi bem libertado para mim eu me senti livre. E vendo meu cabelo hoje o quanto cresceu é bem espantoso e eu ter cortado novamente é o que mais deixa as pessoas sem entender principalmente para aquelas que estão em transição ainda. Mas eu descolorir e pintei de roxo no mesmo dia (um erro) e meu cabelo deu corte químico e então resolvi cortar de novo. Galera é só cabelo sua vida não vai acabar se você cortar ele, vocês não podem deixar comentários alheios te deixar para baixar ou parar a transição por conta do que as pessoas vão pensar. Seja você e faça por você! 

Continue me acompanhando
Facebook  Instagram  Youtube  Twitter
SNAPCHAT: mannucortes