quarta-feira, 27 de julho de 2016

[RESENHA] Legend (Marie Lu)

Eu admiro muito as distopias futuristas, qualquer assunto que fuja de qualquer tipo de ideologias implantadas do nosso sistema é extremamente interessante. Essa é uma das melhores sagas que já li, acredito até, na minha humilde opinião, que ela tem conteúdo informativo muito melhor desenvolvido do que algumas trilogias muito bem criticadas atualmente, como divergentes e jogos vorazes, A seleção e outras.




Ano: 2012 
Páginas: 256
Idioma: português
Editora: Prumo



Sinopse: Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C., na atual República da América, conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando uma tragedia acontece, cabe a ela a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda. O que outrora foi o oeste dos Estados Unidos é agora o lar da República, uma nação eternamente em guerra com seus vizinhos. Nascida em uma família de elite em um dos mais ricos setores da República, June é uma garota prodígio de 15 anos que está sendo preparada para o sucesso nos mais altos círculos militares da República. Nascido nas favelas, Day, de 15 anos, é o criminoso mais procurado do país; porém, suas motivações parecem não ser tão mal-intencionadas assim. Seus caminhos se cruzam em meio a fatalidades,e mistérios e segredos são revelados.



A trama é extremamente envolvente e um dos pontos que mais me cativaram é que autora consegue criar personagens inspiradores, dotados altruísmo heroico e ao mesmo tempo esse personagens não deixam de ser adolescentes cheio duvidas e problemas com sua identidade e autoestima. Com o passar da historia a gente vai conhecendo situações que são atípicas e extremamente pesada, mas a forma de lidar com cada uma dessas situações segundo a percepção dos personagens principais é diferente do que eu esperava, logo de cara eu pensei que essa saga iria cair na mesmice, como uma grande colcha de retalhos de todas outra distopias, mas fiquei deslumbrada com todo o desenvolvimento da saga, serio gente, é muito incrível ; Fiquei impressionada também com a escrita da autora, é tão suave e leve que eu li uma noite, e o clímax da é pra matar qualquer de ansiedade, assim terminei tive que correr pra ler ''progity''(irei fazer resenha dele aqui também) e posso dizer que é ainda melhor que o primeiro.

Espero que se apaixonem por Day e June e suspirem por Matias assim como eu <3 


5/5





Nenhum comentário:

Postar um comentário